CVIRIO_mosaico (3)

Vida de Sheila Salgado. A história na íntegra.

Por Sheila Salgado Andréa Apolônio, mãe de Rafaela publica toda semana no “Juntos” no Instagram, histórias de pessoas sem deficiência que abraçam a causa. Essa pessoa incrível, super parceira do CVI-Rio me…

CVIRIO_mosaico (1)

Nossa história: do aleijado ao PCD

Por José Carlos Morais Já fomos aleijões, aleijados, paralíticos, inválidos e incapacitados. Os que andavam com alguma dificuldade eram coxos, rengos ou mancos. O pejorativo apelido “deixa que eu chuto” vinha desde…

CVIRIO_mosaico

Os desafios globais da tecnologia assistiva – Capítulo 2

Os desafios para que a Tecnologia Assistiva seja cada vez mais democratizada são inúmeros. Não temos como abordar todos em um único texto e pretendemos falar muito mais sobre o assunto aqui em nosso…

CVIRIO_mosaico

Acessibilidade. Assim se passaram 40 anos.

Por José Carlos Morais Entro no meu carro automático, comprado com isenção fiscal, adaptado com comandos manuais feitos no Brasil e consigo com alguma facilidade desmontar minha cadeira nacional, construída em monobloco,…

CVIRIO_mosaico_comunicacao alternativa

Quer saber mais sobre Comunicação Alternativa?

Por Keila Motta A Comunicação Alternativa (CA) faz parte do nosso dia a dia há tempos. Acenar adeus, colocar um ‘polegar para cima’ ao invés de falar tudo bem, apontar para uma…

CVIRIO_mosaico-constrangimentos

Episódio 5 – Constrangimentos

Por José Carlos Morais Domingo passado levei minha mulher na Emergência de um hospital aqui em Niterói – nada grave. Deixei-a na porta e aproveitei o embalo para dar carona para o…

CVIRIO_mosaico_25.06.19

Confiança: a base do relacionamento para crianças com TEA

Por Keila Motta Uma conceituada psicóloga do desenvolvimento chamada Sandra Scarr, escreveu certa vez: “a maioria dos pais consegue criar um relacionamento seguro com um bebê calmo, agradável e paciente. Somente pais…

CVIRIO_mosaico_21.06.19

Os desafios globais da tecnologia assistiva

Por Keila Motta A Tecnologia Assistiva está relacionada à entrega de produtos, serviços e equipamentos de assistência que mantêm ou melhoram a funcionalidade e a independência de uma pessoa e promovem o…

CVIRIO_mosaico_simbolo

Episódio 4 – O Símbolo Desmoralizado

Por José Carlos Morais Nesta semana fui rever amigos em Pelotas, minha terra natal. Situada a 240 km da capital Porto Alegre, resolvi fazer o trecho de ônibus. Comprei a passagem com…

CVIRIO_mosaico (2).fw

Curso Online – Entenda a Lesão Medular

Por José Carlos Morais Quando me tornei cadeirante, em um remoto 1972, percebi que mesmo sendo médico, não entendia, plenamente, o meu novo corpo lesado. Tornei a obra de Ludwig Guttmann – Spinal Cord…

CVIRIO_mosaico

Episódio 3 – Os assentos e os espaços nos locais de lazer

Por José Carlos Morais Finalmente, inauguraram os cinemas na Região Oceânica de Niterói. Ficam no nosso maior shopping, que não é lá essa maravilha. Mas tá bom é bem pertinho de casa….

CVIRIO_mosaico (1).fw

Suporte entre pares à distância

Por José Carlos Morais O Suporte entre Pares, base do movimento de Vida Independente, surgiu no início dos anos 70 com o nascimento do primeiro Centro em Berkeley. Nessa mesma década, frequentando…

CVIRIO_mosaico

Como a Lei que criou equiparação é usada como privilégio?

Em busca dessa regalia cresce a fila da deficiência   Por José Carlos Morais “Também comprei um carro com isenção”, disse-me uma amiga que havia sido tratada para um câncer de mama….

Você sabe como surgiu o Desenho Universal_

Você sabe como surgiu o Desenho Universal?

Por Keila Motta Para iniciar nossa conversa, primeiro precisamos entender que o Desenho Universal não é uma tecnologia direcionada exclusivamente para as pessoas com deficiência, ao contrário, ela foi criada por uma…

INCAPACIDADE (1).fw

Qual a diferença entre incapacidade e limitação?

Texto de Keila Motta Revisão de José Carlos Morais   Há dez anos trabalhando com pessoas com deficiência pude perceber certa confusão entre os significados de limitação e incapacidade em conversas com…

dissecando-azul

Episódio 2 – Mobilidade reduzida

Por José Carlos Morais “É só um instantinho”! Quem já não ouviu essa irritante desculpa de quem estaciona o carro em vagas destinadas às pessoas com mobilidade reduzida. São inúmeras as causas…

monoculares

Os monoculares enxergam longe

Por José Carlos Morais No dia 7 de maio de 2019, a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) aprovou um privilégio. Esse termo, que comentei em outra crônica, não…

constituição-filtro

O que prevê a Constituição sobre acessibilidade para pessoas com deficiência?

O primeiro fato que precisamos pontuar aqui é que a inclusão de pessoas com deficiência é uma ação que já acontece em nossa sociedade. É verdade que ainda não é completa, mas…

lei-brasileira1

Episódio 1 – Tratamento Prioritário

Por José Carlos Morais Um dia entrei no meu banco para sacar dinheiro. Uma agência do Banco do Brasil dentro do Hospital Universitário a poucos metros de minha sala. Havia uma fila…

dia-internacional-pcd

Um dia para relembrar nossas conquistas!

Foto com um cadeirante escalando uma pedra e vibrando com a conquista.

MARIA-PAULA-TEPERINO

Tropeços do Movimento das Pessoas com Deficiência

É com grande alegria que publicamos o texto de nossa amiga Maria Paula Teperino que foi palestrado no Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência – CIAD sobre os Avanços e…

paraty-flip

Polêmica da FLIP

Só para vocês entenderem toda a polêmica da Flip, logo depois do evento, no dia 02 deste mesmo mês, Conrado Hübner, Doutor em Direito e Professor na USP, escreveu em sua coluna no site da Revista Época a nota “Flip proibida para cadeirantes”…leia toda a matéria e veja o posicionamento dos envolvidos.

Dia Nacional do Movimento de Vida Independente

Dia Nacional do Movimento de Vida Independente

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou a proposta que institui o dia 14 de dezembro como Dia Nacional do Movimento de Vida Independente. O dia 14 de dezembro de 1988 marca a fundação do Centro de Vida Independente do Rio de Janeiro (CVI-Rio), pioneiro na América Latina. Por isso, o dia é considerado como o nascimento do movimento no Brasil.

Mulheres-em-movimento

O universo feminino em pauta no Teatro Cacilda Becker

A programação de março de 2018 no Teatro Funarte Cacilda Becker foi inteiramente dedicada ao universo feminino, com destaque para iniciativas como o evento “Mulheres em movimento”, que foi composto por quatro rodas de debates e é tema deste vídeo….Continua

Por que somos invisíveis?

Por que somos invisíveis?

Este texto teve origem na minha fala no Evento “Diálogos Mulheres em Movimento – Da invisibilidade a transversalidade”, ocorrido no dia 07/03/2018, no Teatro Cacilda Becker, RJ. O convite partiu do CVI Rio, que promoveu o Evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Minha Mesa tratou do tema, “Corpo e Identidade do feminino”. Entretanto não me prendi a questão de gênero. Suscitei a partir de um olhar psicanalítico, algumas questões que julgo pertinentes a respeito da invisibilidade social das pessoas com deficiência…Continua

Diálogos-Mulheres-em-Movimento

Diálogos Mulheres em Movimento

Hoje podemos vibrar de alegria porque ontem realizamos um sonho: reunimos mulheres de vários lugares, etnias, ciclos de vida e diversidade sexual em um só lugar para debater sobre nosso protagonismo na sociedade brasileira. Isso foi fantástico! Lilia Martins, Vice-presidente do CVI-Rio, abriu o evento fazendo uma homenagem a nossa queridíssima Beth Caetano que nos deixou em janeiro deste ano e explicou os objetivos principais dessa iniciativa: comemorar os 30 anos da instituição e o Dia Internacional da Mulher…Continua

Beth Caetano

BETH, Cravo e Canela

Ao observar uma das fotos da Beth que estava a minha frente, tive a percepção nítida de que ela era a encarnação viva da Gabriela, personagem emblemática do escritor Jorge Amado, com sua pele morena, cor do Brasil; seus olhos da cor do mel, ao mesmo tempo doces e selvagens, e lábios carnudos de nossa negritude ancestral…Continua

Nota de falecimento

Nota de falecimento

Comunicamos  o falecimento de nossa presidente Beth Caetano que nos deixou inesperadamente no último sábado dia 13 de janeiro. É um momento de profunda tristeza para toda a equipe do CVI-Rio, amigos…

Reinicio-370-x-270

Reinício

Reinício…hora de recomeçar. Repensar valores e tentar com as energias recarregadas tomarmos iniciativas diante das questões que o novo ano pode trazer. O momento é de recriarmos outras soluções para velhas demandas, é de investirmos em antigos e novos desejos. Acreditarmos mais e mais em nossos sonhos, fazendo um caminho diferente às vezes na mesma estrada…Continua

bolo-de-aniversario-10-1-title

Os 29 anos do CVI-Rio

O CVI-Rio completa 29 anos de fundação. Como falar destes 29 anos de história, sem falar em sonhos e projetos fortemente amparados por uma ideologia que sustentou êxitos e fracassos, acertos e equívocos, avanços e recuos? Certamente houve muito empenho e dedicação, além de trabalho, trabalho e mais trabalho pela satisfação e o prazer para o desafio da inovação e do pioneirismo de suas metas.

Feira Inclusiva 2017

Feira Inclusiva 2017

No apagar das luzes do desafiante ano de 2017, o movimento da pessoa com deficiência do Rio de janeiro foi brindado com um encontro corajoso no Parque Olímpico! O coração saudoso dos momentos marcantes em nossa cidade do ano de 2016, meus olhos atentos e sedentos procuravam em cada canto a magia dos momentos paralímpicos!…Continua

O Salto

O Salto

Ter que tomar decisão pode ser um ato de coragem. Nem sempre depende apenas da nossa determinação e desejo, mas também se mistura com a nossa escolha que traz muita dúvida na sua ação. O impulso que temos que dar para atingir o nosso objetivo pode ser enfraquecido por uma opinião ou incerteza alheias. Cada um tem a sua luz própria e sua energia, mas ninguém…Continua

Fora d'água

Fora D´agua

Os dias vão passando e interagir com empatia entre todos os meios, fica cada vez mais difícil. Para ficar mais fácil, é necessário…Continua

aluta-artigo-Beth

Bom Presságio

Será que essa semana que traz a primavera e o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, e que chegou cheia de sol, não seja um bom presságio?

Drogas e afeto

Drogas e afeto

Não sei para aonde vai o mundo, do jeito que as coisas caminham. Existe uma verdadeira banalização de valores, onde a violência é o carro chefe de nosso dia a dia. É só entrarmos em contato com a primeira página dos jornais diários e o que vemos, é praticamente uma apologia ao terror. Como o ser humano conseguiu chegar a este patamar de degradação social tão imensamente significativo?Até mesmo as crianças mais novinhas já têm consciência do fato de que nosso cotidiano é cercado de violência…Continua

Esperando o verão

Esperando o verão

A coragem de um dia de cada vez. Aí é que está. Desisti daquela mão medrosa de frio, diante do insistente despertador do …Continua

Estações

Estações

Agora o inverno começou a mostrar a sua cara de verão. Mesmo aqui, pela gávea, podemos avistar dias quentes na estação carioca, onde até outro dia, procurávamos as roupas mais pesadas no armário. Às vezes relembro as temporadas vividas pelo povo no deserto, quando durante o dia fritávamos ao sol, e sim, na mesma noite, tiritávamos de frio, pois é, a capital carioca é assim, carregada de altos e baixos. O interessante é que ao mesmo tempo, algumas amendoeiras mostram sua cara outonal, já que as cores…Continua

Estado das Coisas

Estado das Coisas

Entre uma crise e outra nossa reação deve ser de quem pensa proativamente no estado das coisas. Somos uma instituição que …Continua

A Acessibilidade como Componente da Inclusão

A Acessibilidade como Componente da Inclusão

Quero iniciar meu discurso a partir de um histórico do movimento político das pessoas com deficiência, complementando-se …Continua

A fábula

A fábula

Cheguei a ultrapassar em idade mais da metade de um século e como cadeirante tenho mais da metade de meio século. Então, …Continua

Ser atleta é... com Eduardo Savine

Ser atleta é… com Eduardo Savine

Rugby em cadeira de rodas. Porque é um esporte intenso que exige condicionamento físico e dá um grande aprendizado …Continua

Ser mãe é...com Inês Freitas

Ser mãe é… com Inês Freitas

Beth Caetano: Você desejava ser mãe um dia? Inês Freitas: Na verdade, eu nunca tive o desejo incontrolável de ser…Continua

Ser criança é...com João Emanuel

Ser criança é…com João Emanuel

E chegou o João… veio pesado, tão grande, no colo da mãe Maria do Socorro. Ela vem cansada, mas não deixa o…Continua

Tragédia cotidiana

Tragédia cotidiana

Notícias já não me atingem mais quem dera!!! Abandonei os noticiários locais e nacionais. Optei por ficar sitiada em mim. …Continua

Artigo Força e dor

Força e dor

Às vezes sentimos dor e escondemos para não parecer que somos chatos. Quando temos uma deficiência, não importa…Continua

Ser mãe é... com Valéria Aliprandi

Ser mãe é… com Valéria Aliprandi

Beth Caetano: Cite cinco coisas que você tem aprendido com a gravidez. Valéria Aliprandi: A primeira é que não existem “situações ideais…” Para mim tem sido tudo bem diferente do que um dia imaginei. Não me deparei com nenhum “comercial de margarina”, tampouco, com aquele ideal de gravidez romantizada! Contudo, não atribuo isso à deficiência e, sim, às mudanças que chegam com a vida adulta. Idealizamos muito quando jovens ou em uma época qualquer da vida e hoje…Continua

Ser mãe é... com Juliana Oliveira

Ser mãe é… com Juliana Oliveira

Beth Caetano: Como foi ou está sendo reconhecer seu corpo como mãe? Juliana Oliveira: Me senti muito linda durante…Continua

Diferença é o que temos de mais comum

A Diferença é o que temos de mais comum

A minha diferença é o que temos de mais comum. Gosto de ver que meu salto pode te ajudar a enxergar melhor sua…Continua

A Tecnologia do Afeto

A Tecnologia do Afeto

Que este vídeo seja motivo de mobilização e que nos tire de qualquer paralisia que exista em relação a exercermos nossa…Continua

Praia Para Todos

Liberdade de ser

É um projeto verdadeiramente para todos! É um evento que torna o verão uma estação para meditação, para aprendermos …Continua

E ele chegou!

E ele chegou!

Inspiração embaixo de 40 graus parecendo 50, não deixa a cidade maravilhosa menos bonita, mas que fica bem difícil lá…Continua

Feliz Natal e um ótimo Ano Novo

Feliz Natal e um ótimo Ano Novo

Natal é para viver todo dia, de preferência perto de quem amamos. O mundo precisa urgentemente de mais natais…Continua

Aniversário CVI-Rio

Quase 3 décadas…

Muitas histórias. Sonhos realizados. Aprendizagens intensas e permanentes que sempre nos levaram para um lugar onde o sentimento mais constante é o de gratidão. Gratidão por compartilhar momentos que nos mostram a importância de caminhar e crescer junto. Gratidão por tantas conquistas, por inúmeros sorrisos e olhares felizes de quem caminhou para frente e na certeza que encontrou o caminho e que este é o certo. Orgulho e desejo de comemorar estes 28 anos…Continua

Colocando o sapato do outro

Colocando o sapato do outro

Hoje, a palavra que ficou forte para mim foi DÚVIDA. Logo cedo, essa palavra me colocou para pensar…nesses tempos de violência extrema em que todas as atrocidades foram banalizadas e podemos assisti-las apenas ligando a TV ou, mais rápido ainda, conectadas a um celular, andamos com pressa e nem sequer olhamos as pessoas na rua, e mesmo sem querer, automaticamente, se alguém nos chama a atenção já temos um olhar julgador. Há pouco tempo vindo pro trabalho, parei num sinal…Continua

Uma bela dança

Uma bela dança

Acredito que para cada olhar de espanto das pessoas ao se depararem com meu carro adaptado, daqui a pouco tempo…Continua

Boulevard Olímpico

Saudades olímpicas

Temos um novo prefeito na nossa Cidade Maravilhosa. Ainda na ressaca embalada pelo legado da saudade dos jogos olímpicos e paralímpicos, esperamos, nós pessoas com deficiência, não ser lembradas apenas no momento eleitoral. Todos nós, apesar de sabermos os mecanismos da política, queremos melhorar nossas condições de ir e vir dentro da cidade. Outro dia, andando de VLT, fiquei surpresa quando fui pagar a passagem e me disseram que por ser cadeirante…Continua

Ser deficiente e ser feliz: isso é possível?

Ser deficiente e ser feliz: isso é possível?

Quem nunca ouviu a aquela famosa frase? “Mesmo preso a uma cadeira de rodas, fulano leva uma vida normal.” Tal sentença, …Continua

Vale a pena ler e vir para a Paralímpiada!

Vale a pena ler e vir para a Paralimpíada!

No dia sete de setembro de 2016 começam os Jogos Paraolímpicos e as televisões vão encher a tela com as conhecidas expressões: super-heróis, superação, exemplos de força de vontade e outros exageros. Os lesados medulares, os paralisados cerebrais, os amputados e os cegos são as deficiências que serão apresentadas aos telespectadores. Fruto de várias causas, principalmente as doenças e a violência urbana, muitos nasceram com elas e outros a adquiriram em geral até a…Continua